Café dispara na ICE em meio a ganhos generalizados de commodities

0
130

Os contratos futuros de café arábica negociados na ICE registraram fortes altas nesta segunda-feira, em meio a ganhos generalizados em commodities, com o firme avanço do petróleo, e à queda no número de casos de Covid-19 em diversos países.

O contrato maio do café arábica fechou em alta de 5,8 centavos de dólar, ou 4,5%, a 1,3495 dólares por bushel, tendo alcançado o mais alto patamar desde dezembro, a 1,3625 dólares. O arábica subiu 5% na semana passada.

Operadores disseram que o café tem sido impulsionado por temores relacionados à próxima safra do Brasil e por expectativas de inflação global.

Eles acrescentaram que preocupações com o transporte, diante de uma escassez na disponibilidade de contêineres em algumas origens, também são um fator de suporte.

O café robusta para maio avançou 47 dólares, ou 3,4%, para 1.416 dólares a tonelada, depois de tocar o maior nível desde novembro durante a sessão.

Fonte: Reuters (Por Marcelo Teixeira)